ticket icon

Comprar entradas agora!

Quando desejam vir?

Fundación Cardamomo

PELA DIFUSÃO DA ARTE FLAMENCA

A Fundação Cardamomo foi criada para fomentar o conhecimento da arte flamenca entre o público de todas as idades e condições. É um espaço de encontro, conhecimento e experiência onde artistas novatos e crianças que futuramente queiram ser, possam mostrar, atualmente, seu trabalho, tentando assim provocar mais uma motivação para que continuem seus estudos artísticos.
Em seu afã de animar a paixão entre as crianças pequenas, em outubro de 2013, a Fundação iniciou a primeira edição de seu projeto ‘O Flamenco também é Coisa de Crianças’, cuja principal ambição é aproximar aos centros escolares este ‘Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade’ reconhecido pela UNESCO.

Aproximamos o Flamenco ao público de todas as idades

Em cada um dos 4 espetáculos do programa ‘O Flamenco também é Coisa de Crianças’ propicia-se a convivência da expressão do Flamenco de artistas de 2 a 16 anos de idade acompanhados de adultos.
Para facilitar a imersão formativa em conceitos teóricos e práticos e suavizar o ‘medo no palco’ dos participantes, o programa foi concebido para que se desenvolva em um ambiente divertido e próximo. Todos os participantes compartilham e aprendem, o público artista e o não artista, a criança de 2 anos e o avô de 90.
Esta abertura permite atingir também outro dos objetivos da Fundação Cardamomo: mostrar e participar como a Arte do Flamenco é transmitida e aprendida de pais para filhos, perpetua-se e evolui de geração em geração.
A primeira edição de ‘O Flamenco também é Coisa de Crianças’ reuniu no cenário até 3 gerações de várias dinastias flamencas. Assistiram artistas de fama internacional como Raimundo Amador, que apresentou sua neta cantora de 8 anos; Tomatito, que compartilhou tablao com seu neto bailarino de 8 anos; Miguel Rubio, que apresentou seu neto Miguel de los Rubio, guitarrista de 10 anos; Pepito Montoyita trouxe sua neta La Montilla, bailarina e cantora de 2 anos de idade; Agustín Carbonell ‘El Bola’ acompanhou dois de seus netos de 2 e 5 anos, ambos percussionistas; Rafita de Madrid participou com seus filhos de 5, 7 e 13 anos, sendo os dois primeiros cantores e o mais velho percussionista; e Aurora Losada trouxe sua filha Chenoa, cantora de 12 anos.
O projeto contou, também, com a participação de figuras do Flamenco como Diego el Cigala, El Negri, Carlos Quirós, El Morito, El Monty, Antonio Ingueta, Isaac de los Reyes, Nino de los Reyes, Kelian Jiménez, Quilino Jiménez e El Entri, entre outros.

buy tickets
Comprar entradas agora!